Ouça ao vivo
Rádio Costa Oeste 106,5 FM

106,5 FM

Rádio Costa Oeste

Rádio Independência 92,7 FM

92,7 FM

Rádio Independência

Rádio Cultura 820 AM

820 AM

Rádio Cultura

Rádio Terra das Águas 93,3 FM

93,3 FM

Rádio Terra das Águas

Rádio Guaíra 89,7 FM

89,7 FM

Rádio Guaíra

Etanol tem aumento de 31% em um ano na região Oeste

  • 28/12/2015
  • Foto(s): Vandré Dubiela
Etanol tem aumento de 31% em um ano na região Oeste
Um dos principais enfrentamentos do consumidor durante todo este ano foi a alta nos preços. Diversos segmentos tiveram de reajustar suas tabelas e cobrar novos valores pelos produtos. Entre aqueles que mais pesaram no bolso está o combustível.

A pesquisa mensal de preços da ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis), de janeiro a dezembro mostra que o combustível, ao invés de reduzir, só subiu. Segundo os dados, o Oeste registrou um aumento médio de 21% no preço do litro da gasolina, passando de R$ 3,09 no início do ano para os atuais R$ 3,73. O preço do etanol também não agradou aos motoristas e registrou um acréscimo de 31% em 12 meses, chegando a uma média de R$ 2,73.    

A alta no valor da gasolina é justificada pela valorização do dólar. A moeda norte-americana fechou o mês de novembro com um valor médio de R$ 3,84, encarecendo componentes do produto que ainda precisam ser importados.

Aliado a isso, há os aumentos nas cargas tributárias, reajustes praticados pela Petrobras às distribuidoras, e a dependência do modal rodoviário no transporte do combustível e outras cargas. Todos esses fatores contribuíram também para que o etanol superasse em 10% o aumento médio anual praticado na gasolina.

Conforme as distribuidoras, o custo operacional das usinas na fabricação do etanol subiu e um dos motivos era a defasagem do preço cobrado por litro ante os demais combustíveis. Isso ocorreu principalmente no primeiro semestre do ano, período em que o Oeste registrou os menores valores: média de R$ 2,20/litro. O ideal é uma diferença de até R$ 0,70 frente a gasolina, o que hoje é praticado.

As chuvas acima do esperado também contribuíram para a elevação dos preços do etanol, já que houve grande dificuldade em produzir a cana-de-açúcar, principal matéria-prima do combustível, e demais componentes, perante a demanda.  

Na região, os valores mais altos em 12 meses estão em Marechal Cândido Rondon, Assis Chateaubriand, Toledo e Cascavel. A média cobrada pelo etanol no Oeste no período é de R$ 2,30. Já o litro da gasolina, média de R$ 3,67. Dezembro fecha com os preços mais altos do ano.

Na região, o litro da gasolina custa em média R$ 3,73, e do etanol R$ 2,71. O consumidor pode preparar o bolso para mais um reajuste, já que as distribuidoras aguardam aumento na virada do ano, que será repassado às bombas. O índice ainda não foi divulgado.

Fonte: O Paraná

Envie sua Notícia, vídeo, foto
(45)99102-5533

Colunistas