Ouça ao vivo
Rádio Costa Oeste 106,5 FM

106,5 FM

Rádio Costa Oeste

Rádio Independência 92,7 FM

92,7 FM

Rádio Independência

Rádio Cultura 820 AM

820 AM

Rádio Cultura

Rádio Terra das Águas 93,3 FM

93,3 FM

Rádio Terra das Águas

Rádio Guaíra 89,7 FM

89,7 FM

Rádio Guaíra

Produção de melancia complementa renda de pequeno agricultor

O calor intenso com poucas chuvas antecipou o fim da colheita. Mas, mesmo assim, foi possível colher boas frutas.

Produção de melancia complementa renda de pequeno agricultor

A safra 2022/23 de melancia não foi fácil. O clima mais uma vez não colaborou para o desenvolvimento da lavoura do produtor Tiago Luiz da Rosa. O calor intenso com poucas chuvas antecipou o fim da colheita. Mas, mesmo assim, foi possível colher boas frutas. 

Tiago vive com a esposa na Comunidade de São Bernardo, interior de Medianeira-PR. O cultivo da melancia e do melão são responsáveis pela segunda renda da família, a principal vem do tabaco, que já foi colhido. Para produzir as frutas o desafio tem sido driblar o clima. 

O pequeno produtor teve colheita 30% menor em comparação com a safra 2021/22. Mas, o maior problema não é redução no número de frutas e sim o calor intenso que prejudica a qualidade. 

No Brasil, o Nordeste lidera a produção de melancias, com Rio Grande do Norte sendo o maior produtor com quase 400 mil toneladas anuais. O Paraná é o 5º maior produtor, alcançando a marca de mais de 85 mil toneladas. Para Tiago conseguir produzir de forma intensificada teria que ser obrigado a investir em irrigação. O que para ele é inviável devido ao alto custo. Hoje a maioria da sua produção é destinada para merenda escolar do município. Mas, apesar dos desafios, Tiago está estudando agronomia e sonha em poder transformar sua propriedade. 


Fonte: Costa Oeste News

Autor do post