Ouça ao vivo
Rádio Costa Oeste 106,5 FM

106,5 FM

Rádio Costa Oeste

Rádio Independência 92,7 FM

92,7 FM

Rádio Independência

Rádio Cultura 820 AM

820 AM

Rádio Cultura

Rádio Terra das Águas 93,3 FM

93,3 FM

Rádio Terra das Águas

Rádio Guaíra 89,7 FM

89,7 FM

Rádio Guaíra

Produtor inicia colheita do milho safrinha com 200 sacas por alqueire em São Miguel do Iguaçu

A previsão é que o estado tenha uma produção recorde de 16 milhões toneladas na segunda safra.

Produtor inicia colheita do milho safrinha com 200 sacas por alqueire em São Miguel do Iguaçu

Começou a colheita do milho safrinha 2022 no oeste do Paraná. No Distrito de Aurora do Iguaçu, em São Miguel do Iguaçu-PR, os trabalhos iniciaram na segunda semana de junho. Mesmo sem o grão estar na melhor condição de umidade, o produtor não quer perder nenhum dia de sol. 

Diego Schwerz plantou o milho no início de janeiro e acabou enfrentando alguns dias de seca e sofreu também com as pragas, principalmente com a cigarrinha durante este período. Mas, a volta das chuvas fez a lavoura prosperar.  A expectativa nesta safra é colher pelo menos 200 sacas por alqueire. O ano de 2021 foi bem diferente, a colheita foi feita em agosto, colaborando para que as geadas atingissem em cheio o milharal reduzindo drasticamente a produção. Na ocasião foram colhidas pouco mais de 120 sacas por alqueire. 

A colheita de milho safrinha alcançou 6% da área no Paraná, de acordo com relatório do Departamento de Economia Rural (Deral), divulgado no dia 28 de junho. A previsão é que o estado tenha uma produção recorde de 16 milhões toneladas na segunda safra. No dia 15 de junho data colheita da primeira área, a cotação do grão estava R$ 80 a saca. A cotação do dia 29 chegou R$ 77. Devido ao alto custo de produção, Diego desde já está fazendo as contas, para o produtor o valor da saca não pode ficar abaixo dos R$ 70. 

O milho é a segunda maior cultura de importância na produção agrícola no Brasil, que vai desde a alimentação animal até a indústria de alta tecnologia. Isso tudo é possível graças ao trabalho destes produtores que mesmo nas adversidades não desistem do agro. 


Fonte: Costa Oeste News

Autor do post