Ouça ao vivo
Rádio Costa Oeste 106,5 FM

106,5 FM

Rádio Costa Oeste

Rádio Independência 92,7 FM

92,7 FM

Rádio Independência

Rádio Cultura 820 AM

820 AM

Rádio Cultura

Rádio Terra das Águas 93,3 FM

93,3 FM

Rádio Terra das Águas

Rádio Guaíra 89,7 FM

89,7 FM

Rádio Guaíra

Expedição Costa Oeste: câmeras e sensores farão parte dos novos aviários e pocilgas automatizados

A cidade de Medianeira, no oeste do Paraná, recebeu AveSui América Latina 2022, nesta semana, nos dias 26,27 e 28.

Expedição Costa Oeste: câmeras e sensores farão parte dos novos aviários e pocilgas automatizados

Avesui 2022 chega ao fim, mas começa uma nova era na produção de proteína animal. A cidade de Medianeira, no oeste do Paraná, recebeu AveSui América Latina 2022, nesta semana, nos dias 26,27 e 28. O Lar Centro de Eventos foi sede da feira da Indústria de aves, suínos, peixes e leite, o local não poderia ser melhor; o Paraná que é destaque na produção de proteína animal. A mensagem do evento foi clara. Vai começar uma nova era cada vez mais tecnológica e automatizada. 


Essa decisão autônoma estará baseada no relatório de dados de cada animal, sabendo exatamente o que ele precisa. Melhorando assim a conversão alimentar e a sanidade das granjas. No topo da lista do custo de produção está a ração que vem ganhando atenção especial das empresas de equipamentos para nutrição animal. 

Outra empresa do seguimento, que fornece máquinas peletizadoras de ração, responsável por transformar materiais farelados em pellets demonstra como essa tecnologia tem impactado diretamente os resultados da cadeia produtiva. Resultados positivos associados a tecnologia e inovação atraem visitantes de todo o Brasil. A analista técnica do Sebrae do setor agro, Kedima Azevedo, veio com um grupo de produtores, de São Bento do Una, Pernambuco, cidade que fica a 200 quilômetros da capital Recife, e é a maior produtora de ovos do Nordeste. 

Líder em proteína animal, o Paraná vem ampliando os números. Segundo o IBGE, somados carnes bovina, suína e de frango, o estado produziu mais 6,213 milhões de toneladas em 2021, sendo o estado que mais abateu frangos no Brasil. A região oeste do Paraná cresce a passos largos com mais pocilgas e aviários promovendo expansão com objetivo de gerar conexões entre todo o ecossistema produtivo da proteína animal gerando crescimento e o desenvolvimento para o agronegócio. 




Fonte: Costa Oeste News

Autor do post