Ouça ao vivo
Rádio Costa Oeste 106,5 FM

106,5 FM

Rádio Costa Oeste

Rádio Independência 92,7 FM

92,7 FM

Rádio Independência

Rádio Cultura 820 AM

820 AM

Rádio Cultura

Rádio Terra das Águas 93,3 FM

93,3 FM

Rádio Terra das Águas

Rádio Guaíra 89,7 FM

89,7 FM

Rádio Guaíra

Agricultores de Guaíra temem prejuízos nas lavouras após temporal

No Paraná, 16 cidades foram atingidas pelo temporal, dessas dez registraram chuva de granizo.

  • 25/10/2021
  • Foto(s): Colaboração
  • Região
Agricultores de Guaíra temem prejuízos nas lavouras após temporal

Nesta segunda-feira (25) muitos agricultores de Guaíra foram a campo para avaliar os possíveis prejuízos nas lavouras após o temporal. Algumas plantações de soja ficaram cobertas pelo granizo registrado no último sábado (23). A região do Sítio dos Italianos foi uma das mais atingidas, segundo o agricultor Carlos Magno Espada, algumas áreas de lavoura precisarão ser replantadas, outros danos foram causados na estrutura da residência.


O agricultor Renato Roncada tem a propriedade localizada na região do Maracaju dos Gaúchos. Segundo ele a lavoura foi bastante afetada pelas pedras de gelo e precisará passar pela avaliação do engenheiro agrônomo para ver se há necessidade de replantio. 


No Paraná, 16 cidades foram atingidas pelo temporal, dessas dez registraram chuva de granizo. Foz do Iguaçu registrou o maior número de ocorrências, com 600 residências danificadas na passagem do vendaval. Oito pessoas ficaram desabrigadas, outras seis foram afetadas e seis estão desalojadas.

Segundo a Sanepar, na região Oeste, continuam sem energia as unidades de produção e distribuição de água de Campo Bonito, Ibema, Braganey, Corbélia, Céu Azul, Matelândia, Ramilândia e dos distritos de Rio do Salto, em Cascavel, Longuinópolis, em Braganey, e Mato Queimado, em Guaraniaçu. Ainda não há previsão.

O sistema de abastecimento de Terra Roxa está operando com gerador. Não deve faltar água.

Conforme a Sanepar, na regional de Umuarama a falta de energia afeta o abastecimento em toda cidade de Tapira. Em Indianópolis e São Manoel do Paraná a energia havia retornado, porém voltou a faltar, afetando o abastecimento em todas as regiões das duas cidades. Em São Tomé, Xambrê e Perobal o fornecimento de água está sendo feito de forma parcial porque algumas unidades continuam sem energia.

Segundo o Sistema de Tecnologia e Monitoramento Ambiental do Paraná – SIMEPAR, as maiores rajadas de vento associadas a tempestades ocorridas no sábado (23) foram em Cascavel 96,8 km/h, Ubiratã 90,7 km/h, Santa Helena 89,3 km/h e Assis Chateaubriand 86 km/h.


Fonte: Barbosa Junior/Costa Oeste News

Autor do post