Ouça ao vivo
Rádio Costa Oeste 106,5 FM

106,5 FM

Rádio Costa Oeste

Rádio Independência 92,7 FM

92,7 FM

Rádio Independência

Rádio Cultura 820 AM

820 AM

Rádio Cultura

Rádio Terra das Águas 93,3 FM

93,3 FM

Rádio Terra das Águas

Rádio Guaíra 89,7 FM

89,7 FM

Rádio Guaíra

Solo perde umidade e produtores ficam apreensivos em continuar plantio da soja na região

A próxima chuva passar ser determinante para o sucesso da lavoura.

  • 22/09/2021
  • Foto(s): Tatyelle Schunemann/Costa Oeste News
  • Agricultura
Solo perde umidade e produtores ficam apreensivos em continuar plantio da soja na região

A umidade do solo está diminuindo em ritmo acelerado e muitos produtores estão ficando apreensivos em continuar o plantio da soja. A última chuva aconteceu no dia 14 de setembro na região. Após a boa precipitação, que variou entre 15 e 46 milímetros, segundo relatos de agricultores. Desde então o sol voltou com força com temperaturas altas e calor excessivo chegando perto dos 40 Graus. Alguns produtores aproveitaram para finalizar o plantio, mas, algumas áreas estão em fase de espera. 

Essa combinação, segundo o engenheiro-agrônomo, Luiz Fernando Vargas, dependendo das condições da localidade, vai fazer com que muitos agricultores tenham que a partir de agora ‘semear no pó’. Desta forma a próxima chuva passar ser determinante para o sucesso da lavoura. 


Matelândia: O produtor André Marini chegou a plantar 30% de sua lavoura e decidiu aguardar uma nova precipitação para finalizar a mesma.


 

São Miguel do Iguaçu: André Luiz Monsani está mais adiantado e já conseguiu semear 85% da sua lavoura. Mas, vai parar exatamente hoje (22) os trabalhos e só irá finalizar o plantio após a próxima chuva.  



Medianeira: Nelson Sauthier está ainda mais cauteloso. O produtor não quer errar e para isso está monitorando a previsão para tomar a melhor decisão. 


Serranópolis do Iguaçu: Pelos relatos dos agricultores o município foi o maior contemplado com a chuva, possibilitando umidade suficiente para realizar um plantio mais contínuo durante a semana, praticamente encerrando quase todas as áreas, segundo seu Dorival Back. 

 

Missal: Na Comunidade de São Pedro, de acordo com Leomar Lunkes, quem tinha soja para plantar agilizou o processo na localidade. Por ser produtor de leite e depender da safra de milho para silagem, Leomar irá aguardar a chuva.  


Segundo, o Departamento de Economia Rural (Deral), o plantio de soja no Paraná atingiu 3% da área projetada até a última segunda-feira (20), dos 5,62 milhões de hectares, previsto para esta temporada. 


   

Fonte: Costa Oeste News

Autor do post