Ouça ao vivo
Rádio Costa Oeste 106,5 FM

106,5 FM

Rádio Costa Oeste

Rádio Independência 92,7 FM

92,7 FM

Rádio Independência

Rádio Cultura 820 AM

820 AM

Rádio Cultura

Rádio Terra das Águas 93,3 FM

93,3 FM

Rádio Terra das Águas

Rádio Guaíra 89,7 FM

89,7 FM

Rádio Guaíra

Expedição Costa Oeste: Com mercado de frango aquecido, família da região chega a produzir 260 mil aves por lote

Assista: O Expedição Costa Oeste está fazendo uma série de reportagens com agricultores e produtores da nossa região.

Expedição Costa Oeste: Com mercado de frango aquecido, família da região chega a produzir 260 mil aves por lote

O Expedição Costa Oeste visitou a família Mazurana, na comunidade de Linha Bananeira em Serranópolis do Iguaçu. A propriedade se destaca na produção de frangos de corte em larga escala. A cada 60 dias, ou a cada lote, são entregues 260 mil aves prontas para o abate. 

Administrando a propriedade, a família conta com a mãe Ana, os filhos Leandro, Gislandro, Lissandra e Evandro. A modernização da criação de frangos proporcionou a produção em larga escala.

Mas, nem sempre foi assim. Dona Ana conta que o inicio foi bem difícil e chegou a morar na estrebaria dividindo o local com os animais.

Desde então muita coisa mudou. Na atualidade os Mazurana administram 11 barracões, com tecnologia de ponta em avicultura, produzindo a cada lote 850 toneladas de frango, com ajuda de 12 colaboradores.

O pai Valdir construiu o primeiro aviário em 1993 e desde então as granjas só aumentaram. Ele iniciou, mas infelizmente não conseguiu ver o projeto finalizado. O filho Leandro reconhece a luta do pai como fundamental para crescimento da propriedade.   

Esse legado só se fortaleceu e fez a filha Lissandra enxergar com outros olhos a propriedade.

As exportações estão mais aquecidas no mercado de aves, o Brasil embarcou ao exterior 5% a mais no primeiro quadrimestre de 2020, na comparação com o ano passado, segundo Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), o que anima os produtores, de acordo com o filho Gislandro.

Mas, os desafios não param. O consumo de energia é um obstáculo ao custo de produção na avicultura. A energia solar foi a melhor alternativa para uma economia, segundo Leandro.

A família Mazurana é pura superação e produção, dona Ana não tem dúvida de que tudo valeu a pena.

Em tempos de covid-19, o agronegócio é o ramo com maior destaque e crescimento no Brasil. A final de contas o agro não pode parar e não para.

Assista a matéria completa:

 Edição e Produção: Alessandro Kunhaski, Cauê Vergopolan Hanzen e Tatyelle Schunemann.

Fonte: Alessandro Kunhaski

Colunistas

Cidades relacionadas

Categorias relacionadas