Ouça ao vivo
Rádio Costa Oeste 106,5 FM

106,5 FM

Rádio Costa Oeste

Rádio Independência 92,7 FM

92,7 FM

Rádio Independência

Rádio Cultura 820 AM

820 AM

Rádio Cultura

Rádio Terra das Águas 93,3 FM

93,3 FM

Rádio Terra das Águas

Rádio Guaíra 89,7 FM

89,7 FM

Rádio Guaíra

Quatro Pontes está classificado no Concurso Boas Práticas do Programa Cidades Sustentáveis

  • 22/03/2016
  • Foto(s): Assessoria de Imprensa
Quatro Pontes está classificado no Concurso Boas Práticas do Programa Cidades Sustentáveis
Durante a realização do Encontro Cultivando Água Boa nos dias 17 e 18 de março, em Foz do Iguaçu, Quatro Pontes recebeu o certificado de classificação entre os 10 finalistas do Concurso Boas Práticas do Programa Cidades Sustentáveis, da Itaipu.

A Diretora do Departamento de Ação Ambiental, Rejane Dahmer, ressalta que o projeto inscrito foi ???Recuperação de nascentes em Quatro Pontes: Quem ama cuida???.

A 13ª edição do encontro do Programa Cultivando Água Boa (CAB), promovido por Itaipu Binacional e parceiros, estabeleceu um conexão entre as ações socioambientais promovidas na Bacia do Paraná 3, na região oeste do Estado, e os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), que devem ser implementados até 2030 por todos os países que compõem a Organização das Nações Unidas (ONU).

Além disso, o encontro que reuniu mais de 3 mil participantes, pela primeira vez apresentou metodologias desenvolvidas pelo CAB que foram replicadas em outros países ??? como República Dominicana e Guatemala ??? e Estados brasileiros ??? Minas Gerais e Mato Grosso, além do Distrito Federal.

A avaliação é do coordenador-geral do CAB, o diretor de Coordenação de Itaipu, Nelton Friedrich, que coordenou a última mesa redonda do encontro - reservada pela organização como um momento para celebrar o prêmio Water for Life (Água Fonte de Vida), concedido pela ONU, no ano passado, e a seleção do CAB como um dos sete cases do relatório Facing the Challenges (Encarando os Desafios), da Unesco.

A mesa redonda teve a participação da representante da United Nations World Water Assessment Programme (WWAP), Angela Ortigara ??? que fez a entrega oficial das versões em português e espanhol do relatório; da ex-coordenadora do Programa da Década-Água das Nações Unidas, Josefina Maestu; e do teólogo e filósofo Leonardo Boff. ???Tivemos a oportunidade histórica, neste encontro, de receber países e Estados que já estão replicando o CAB e também de países que querem construir uma cooperação, como a Costa Rica ??? o que não estava previsto na programação. Considero essa presença internacional muito importante???, afirmou Nelton.

Ainda segundo ele, a relação CAB-ODS representa ???um diálogo que raramente se podia fazer, entre as práticas que estão cada vez mais sendo reconhecidas e sendo referenciais com o grande compromisso da agenda planetária???. ???Inclusive, vimos aqui um fato novo: dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, o 11º é sobre cidades sustentáveis. E nós [no CAB] há mais de quatro anos começamos a trabalhar com esse tema. Não tínhamos uma bola de cristal, mas talvez tenha sido uma pequena premonição de como temos que trabalhar simultaneamente as cidades e o campo???, assinalou.

Leonardo Boff lembrou que o CAB trata de um elemento vital para a vida, que é a água. E destacou os resultados, como a preservação das florestas e a manutenção das matas ciliares. ???Aqui [na BP3] se encontra um pedacinho do paraíso que não se perdeu, porque aqui se encontram cuidadores???, disse à plateia, formada majoritariamente por parceiros do CAB na região.???Eu creio que o que vocês fazem aqui é a antecipação daquilo que deve ser a humanidade futura, com pessoas que são amigas da vida, que cuidam da natureza???, completou o teólogo.

Para Nelton Friedrich, não se trata de plateia, mas de ???atores e atrizes de uma peça teatral de desenvolvimento sustentável, de sensibilidade, da ética do cuidado???. ???Eu diria que este momento, especialmente depois de uma premiação internacional, é altamente realizador e nos motiva muito. ?? um momento de encantamento. Porque os resultados que nós observamos e medimos, tanto os objetivos como os subjetivos, são especiais e animadores???, concluiu o diretor.

Após a mesa redonda, a 13ª edição do Encontro do CAB terminou com a Mística Água da Vida, com a Cia. Amadeus, de Foz do Iguaçu, e participação do grupo indígena VY???Amiri, da Terra Indígena Ocoy, de São Miguel do Iguaçu (PR). No final, houve show com o grupo Viola da Terra.

Fonte: Assessoria de Imprensa

Envie sua Notícia, vídeo, foto
(45)99102-5533

Colunistas