Ouça ao vivo
Rádio Costa Oeste 106,5 FM

106,5 FM

Rádio Costa Oeste

Rádio Independência 92,7 FM

92,7 FM

Rádio Independência

Rádio Cultura 820 AM

820 AM

Rádio Cultura

Rádio Terra das Águas 93,3 FM

93,3 FM

Rádio Terra das Águas

Rádio Guaíra 89,7 FM

89,7 FM

Rádio Guaíra

Horário de verão reduz 4,5% sobre os níveis máximos de demanda no Paraná

  • 19/02/2016
Horário de verão reduz 4,5% sobre os níveis máximos de demanda no Paraná
O horário de verão, que começou em 18 de outubro e acaba à 0h de domingo (21), causou uma redução média de 4,5% sobre os níveis máximos de demanda no Paraná, conforme o governo estadual.

Com a redução, foram retirados 200 MW (megawatts) de potência do sistema elétrico no final do dia ??? o que equivale a retirar no horário de pico uma cidade como Maringá, no norte do estado, que tem 391 mil habitantes.

Os períodos de maior demanda são das 18h às 21h ou então das 19h às 22h, quando o horário de verão está em vigência.

Atrasar o relógio em uma hora
?? 0h (meia-noite) de sábado para domingo, os moradores de 10 estados, além do Distrito Federal, terão que atrasar os relógios em uma hora.

Esta foi a 40ª edição do horário de verão no país. A primeira vez ocorreu no verão de 1931/1932. O objetivo é estimular o uso racional e adequado da energia elétrica.

"A estimativa de ganhos com a adoção do horário de verão supera o patamar de R$ 4 bilhões por ano, que representa o valor do custo evitado em investimentos no sistema elétrico para atender a uma demanda adicional prevista, de aproximadamente 2.250 MW no parque gerador nacional, um valor certamente muito expressivo", informou o Ministério de Minas e Energia em outubro de 2015.

Segundo o ministério, nos últimos dez anos, o horário diferenciado em parte do país durante o verão tem possibilitado uma redução média de 4,6% na demanda por energia no horário de pico.

Fonte: G1

Envie sua Notícia, vídeo, foto
(45)9910-25533

Colunistas