Ouça ao vivo
Rádio Costa Oeste 106,5 FM

106,5 FM

Rádio Costa Oeste

Rádio Independência 92,7 FM

92,7 FM

Rádio Independência

Rádio Cultura 820 AM

820 AM

Rádio Cultura

Rádio Terra das Águas 93,3 FM

93,3 FM

Rádio Terra das Águas

Rádio Guaíra 89,7 FM

89,7 FM

Rádio Guaíra

Policiais Militares convidam para doação de sangue do Dia internacional da Mulher

  • 05/03/2016
  • Foto(s): Tribuna Popular
 Policiais Militares convidam para doação de sangue do Dia internacional da Mulher
Na véspera do Dia Internacional da Mulher, as policiais militares do 14º Batalhão de Foz do Iguaçu vão participar de uma campanha de doação de sangue em comemoração à data. A iniciativa pretende motivar a sociedade, em especial as mulheres, para que façam o mesmo gesto. O Dia Internacional das Mulheres será comemorado no dia 8 de Março, e a doação ocorrerá no dia 7 (segunda-feira) no Hemonúcleo da Vila ???A???.

As mulheres do 14º BPM farão a doação de sangue em homenagem a tantas guerreiras que pereceram na luta por direitos conquistados. Ao mesmo tempo eles convidam as mulheres de todas as profissões e mesmo as que não exercem atividade laborativa a participarem conjuntamente deste ato, e através dele salvar vidas. Para participar basta comparecer ao Hemonúcleo no horário das 7h30 às 12h e das 13h às 17h. O endereço é Avenida Gramado, 364, na Vila ???A???, ao lado do Hospital Costa Cavalcanti e o telefone 3576-8020.

Dia Internacional da Mulher

No Dia 8 de março de 1857, operárias de uma fábrica de tecidos, situada na cidade norte americana de Nova Iorque, fizeram uma grande greve, ocuparam a fábrica e começaram a reivindicar melhores condições de trabalho, tais como, redução na carga diária de trabalho de dezesseis para dez horas, equiparação de salários com os homens (as mulheres chegavam a receber até um terço do salário de um homem, para executar o mesmo tipo de trabalho) e tratamento digno dentro do ambiente de trabalho, eram expostas a assédios e violências sexuais entre outras.

A manifestação foi reprimida com total violência, as mulheres foram trancadas dentro da fábrica, que foi incendiada, aproximadamente 130 tecelãs morreram carbonizadas, num ato totalmente desumano. Sem contar as lutas anteriores a esta data e as que até hoje manifestam-se em prol da igualdade, dignidade, respeito além de outras.

Fonte: Tribuna Popular

Envie sua Notícia, vídeo, foto
(45)99102-5533

Colunistas