Ouça ao vivo
Rádio Costa Oeste 106,5 FM

106,5 FM

Rádio Costa Oeste

Rádio Independência 92,7 FM

92,7 FM

Rádio Independência

Rádio Cultura 820 AM

820 AM

Rádio Cultura

Rádio Terra das Águas 93,3 FM

93,3 FM

Rádio Terra das Águas

Rádio Guaíra 89,7 FM

89,7 FM

Rádio Guaíra

Níveis dos rios Paraná e Iguaçu devem baixar nesta terça (5)

  • 05/01/2016
  • Foto(s): Divulgação
Níveis dos rios Paraná e Iguaçu devem baixar nesta terça (5)
Os níveis do Rio Paraná, a jusante (abaixo) da usina de Itaipu, devem baixar nesta terça-feira (5), segundo o último boletim emitido pela Divisão de Estudos Hidrológicos e Energéticos da hidrelétrica, que acompanha as vazões do Paraná.

??s 13h desta segunda-feira (4), o nível na estação hidrométrica localizada na Ponte da Amizade estava a 114,47 metros acima do mar. Naquela região, a referência para que a primeira casa ribeirinha seja atingida pela água, no bairro San Rafael, em Ciudad del Este, é de 109,9 metros. Desta forma, estariam afetadas aproximadamente 50 casas naquela região.

Para terça-feira (5), a previsão é de que o nível do rio diminua para 113,50 metros, reduzindo para 30 casas atingidas em San Rafael. Na margem brasileira, a referência é feita na estação hidrométrica do Iate Club Cataratas, que indicava 114,49 metros nesta segunda-feira (4).

Algumas instalações do Porto de Areia, no bairro do Porto Meira, em Foz do Iguaçu permanecem afetadas, nesta segunda-feira, mas deixarão de ser atingidas caso se confirme a redução do nível do rio para terça-feira.

A cheia acontece em função das chuvas que atingiram as bacias dos rios Paraná e Iguaçu nas últimas semanas. A vazão do Rio Iguaçu, às 13h desta segunda-feira, na estação do Hotel Cataratas, era de 5.010 metros cúbicos por segundo (m³/s), mais de três vezes acima da vazão normal (1.500 m³/s). No domingo (3), chegava ao reservatório de Itaipu (acima da usina) 21.600 m³/s.

Segundo prognósticos de instituições especializadas em tempo e clima, são esperadas novas chuvas sobre as bacias dos rios Paraná e Iguaçu para os próximos dias. A situação está sendo continuamente monitorada e avaliada pela Comissão de Cheia da Itaipu que continuará emitindo o Boletim de Alerta Hidrológico nos próximos dias, com informações atualizadas.

Equipe alerta

Os níveis do Rio Paraná e a vazão no Rio Iguaçu são continuamente monitorados e avaliados pela Divisão de Estudos Hidrológicos e Energéticos da Itaipu, subordinada à Superintendência de Operação da usina. Quando necessário, para prevenir os efeitos causados pela elevação do Rio Paraná em áreas habitadas, este setor da binacional mobiliza uma Comissão de Cheia, que emite boletins de alerta hidrológico ??? a principal fonte de informação de órgãos da região, como a Defesa Civil.

Vertedouro

O vertedouro da Itaipu opera ininterruptamente desde o dia 18 de novembro, escoando o excedente de água do reservatório da hidrelétrica. ??s 14h desta segunda-feira passavam pelas comportas da calha esquerda 9.766 m³/s (ou nove milhões, setecentos e sessenta e seis mil litros de água por segundo). A tendência é que o vertimento continue nos próximos dias.

Fonte: Imprensa Itaipu

Envie sua Notícia, vídeo, foto
(45)9910-25533

Colunistas