Ouça ao vivo
Rádio Costa Oeste 106,5 FM

106,5 FM

Rádio Costa Oeste

Rádio Independência 92,7 FM

92,7 FM

Rádio Independência

Rádio Cultura 820 AM

820 AM

Rádio Cultura

Rádio Terra das Águas 93,3 FM

93,3 FM

Rádio Terra das Águas

Rádio Guaíra 89,7 FM

89,7 FM

Rádio Guaíra

Governo do Paraná prorroga restrição a serviços não essenciais até quarta-feira (10)

O toque de recolher mantém vigente no período das 20h às 05h.

Governo do Paraná prorroga restrição a serviços não essenciais até quarta-feira (10)

O Governador do Paraná, Carlos Massa Ratinho Junior, prorrogou o Decreto 6.983/21 que prevê o fechamento do comércio considerado não essencial por mais dois dias. As empresas poderão reabrir na quarta-feira (10), porém com mais restrições. O comércio está autorizado a funcionar no período das 10h às 17h. Aos sábados e domingos não poderá abrir, exceto, os consideradas essenciais pelo Estado.

As escolas da rede privada podem voltar a partir de quarta-feira (10). A rede estadual a partir de segunda-feira (15). Ambas  em modelo híbrido sem ultrapassar a capacidade de 30%.

O novo Decreto 7.010/21 mantém o toque de recolher mantém vigente no período das 20h às 05h. 

Regras para determinados estabelecimentos não essenciais que vão abrir de segunda a sexta, a partir do dia 10:

– Atividades comerciais de rua não essenciais, galerias e centros comerciais e de prestação de serviços não essenciais: nos municípios com mais de 50 mil habitantes podem funcionar das 10h às 17h com 50% de ocupação; nos com menos de 50 mil habitantes a orientação é para seguir a regulamentação municipal sobre a atividade.

– restaurantes, bares e lanchonetes podem funcionar das 10h às 20h com 50% de ocupação. Fora desse horário apenas na modalidade delivery, que pode operar 24 horas por dia. Fica vedado o take away. Durante os finais de semana fica vedado o consumo no local, permitindo-se o funcionamento apenas por meio das modalidades de entrega. Nos estabelecimentos localizados em rodovias fica autorizado o consumo no local por motoristas profissionais que estão viajando.

– shopping centers: das 11 horas às 20 horas, com limitação de 50% de ocupação.

– academias de ginástica: das 6 horas às 20 horas, com limitação de 30% de ocupação.

Autoriza as aulas nas redes publica e privadas, inclusive universidades e cursos técnicos, com apenas 30% de ocupação máxima a partir do dia 10.

Igrejas podem funcionar com 15% de ocupação.

Suspende o funcionamento de atividades que gerem aglomeração, como: estabelecimentos destinados ao entretenimento ou a eventos culturais, tais como casas de shows, circos, teatros, cinemas e museus; estabelecimentos destinados a eventos sociais e atividades correlatas em espaços fechados, tais como casas de festas e de eventos; estabelecimentos destinados a mostras comerciais, feiras, eventos técnicos, congressos e convenções; casas noturnas e correlatos; reuniões com aglomeração de pessoas, encontros familiares e corporativos.

Compete à Secretaria de Segurança Pública manter a força-tarefa estratégica de fiscalização, em cooperação com as guardas municipais. Ainda assim, os estabelecimentos podem ser alvo de fiscalização por parte das secretarias municipais de Saúde.


Autor do post